Cultivares de Arroz

BRS A704

A BRS A704 é uma cultivar de arroz irrigado de ciclo médio, de cerca de 135 dias, com elevado potencial produtivo de até 14.986 kg ha-1 (observado em um dos ensaios de Valor de Cultivo e Uso conduzido no Rio Grande do Sul, na safra 2019/20), sendo 9.406 kg ha-1 a produtividade média dessa cultivar observada em todos os ensaios da rede nacional de pesquisa do MelhorArroz da Embrapa, conduzidos juntamente com parceiros.

Características Fisiológicas e Agronômicas: Cultivar de ciclo médio, apresenta tolerância ao casamento, mesmo em altas doses de adubação nitrogenada de até 150 kg N/ha, que contribuem para maior produtividade de grãos.

Reações a doenças: Possui resistência genética às principais doenças da cultura do arroz, principalmente a brusone. Foi desenvolvida com 14 fontes de resistência a brusone que juntas somam 45% da sua base genética, que é ampla, pois envolveu 22 genitores. As cultivares de arroz recomendadas para a região tropical sofrem, nesse ambiente, dominante pressão sob suas características de resistência genética, principalmente pelas raças do fungo causador da brusone, o que faz com que seja curto o ciclo de vida de mercado das cultivares, devido a maior probabilidade de “quebra” da resistência genética. Por isto, existe uma grande expectativa de contribuição da BRS A704. Nesse sentido, a Embrapa sugere um “mosaico” nas áreas de produção com essas três cultivares, uma vez que estas podem ser manejadas semelhantemente, o que contribuirá em evitar que uma determinada raça do fungo causador de brusone predomine nas lavouras e assim “quebre” a resistência genética dessas cultivares tão importantes para a cadeia produtiva do arroz na região tropical.

Características Físico-Químicas dos Grãos: Possui aptidão para entregar grãos longo fino de qualidade premium, cujos os atributos industriais são a baixa porcentagem de área gessada e o elevado rendimento de grãos inteiros com média de 67%, superior a relação de inteiros/quebrados desejada atualmente pela industria de 62%x10%, considerando 20% a unidade ideal para colheita dos grãos. Além disso, a cultivar possui ótima estabilidade de rendimento de grãos inteiros, que permite até 15 dias de atraso na colheita, que assegura o produtor contra prejuízos provocados pela queda abrupta na porcentagem de grãos inteiros que algumas cultivares do mercado apresentam. Quanto aos atributos culinários, possui grãos que ficam soltos e macios após a cocção, que é a qualidade deseja pelo consumidor brasileiro. Atualmente, as cultivares BRS Pampeira e BRS Catiana ocupam cerca de 85% da área plantada com arroz no Tocantins e, assim, a estratégia da Embrapa é somar a presença da BRS A704 com essas cultivares de ciclo médio e de mesma aptidão para entregar grãos premium, com o objetivo de ampliar a diversificação da base genética das cultivares utilizadas na região tropical.

Fale conosco




Contato

Fones: (53) 3243.9396 e (53) 3243.5349

Comercial
Cleber Tomazetti – (53) 99975.6307
cleber@sementessimao.com.br


Comercial
Valdemir João Simão - (53) 99972.1581
simao@sementessimao.com.br


Comercial – RTV – Pós Venda
Eng. Agr. Cristiano Luiz Ertel - (53) 99711.5518
rtv@sementessimao.com.br


Suporte Técnico - Produção
Eng. Agr. Marcos Belinazzo Tomazetti - (53) 99978.8152
marcos@sementessimao.com.br


Financeiro
Pedro Ramires - (53) 99973.3810
pedro@sementessimao.com.br


Atendimento
Daniele Hollweg - (53) 99957.6029
atendimento@sementessimao.com.br